Tudo sobre a Super Especial de Lisboa

Fique a saber tudo sobre a Super Especial de Lisboa, no regresso do Vodafone Rally de Portugal à capital, 37 anos depois.

Um dos pólos de grande interesse da próxima edição do Vodafone Rally de Portugal será, sem dúvida, a Super Especial de Lisboa, a realizar na quinta-feira, dia 24 de Março, e que marca o primeiro acto competitivo da prova.

Mas num rali que tem por centro nevrálgico o Baixo Alentejo e o Algarve, como se processará e tudo em Lisboa?

Em primeiro lugar, o shakedown foi antecipado para o início da tarde de quarta-feira, o que desde logo criou uma janela para o transporte dos carros para Lisboa, que devem entrar no paddock técnico situado no Centro Cultural de Belém (CCB) na manhã do dia 24.

A partir das 12h00 os carros entrarão no parque fechado, situado em plena Praça do Império, ficando ao alcance visual dos espectadores. Ainda da parte da manhã, entre as 11H00 às 13h00, os pilotos poderão reconhecer o trajecto da super especial em carros eléctricos, sendo que os pilotos de fábrica estarão em pista a partir das 12h00.

O programa prevê ainda para os pilotos “top” uma sessão de autógrafos junto à entrada principal do CCB, entre as 14h00 e as 14h30.

Os clássicos desportivos marcarão o arranque competitivo da Super Especial, a partir das 14h00, devendo terminar a sua actuação cerca das 15h00.

Se as condições atmosféricas o permitirem – e tudo aponta para que sim – o desfile dos pilotos será realizado entre as 15h10 e as 15h25, em clássicos descapotáveis, e pelas 15h35 sairá do parque fechado a primeira viatura para disputar a Super Especial, que terá início cinco minutos depois.

Tal como sucedia no Estádio Algarve, também a SS de Lisboa será realizada em ordem inversa à da numeração das equipas, estando três carros em pista simultaneamente, com intervalos de 10/15 segundos para realizarem três voltas ao percurso. O sentido de realização da prova será idêntico para todos, não havendo, pois, partidas em sentidos opostos.

A última série terá início pelas 17h53 e todo o programa terminará pelas 18h00, altura em que fecha igualmente a transmissão directa da RTP2, iniciada pelas 17h00, e assegurada por nada menos do que 15 câmaras, uma das quais no topo do Padrão dos Descobrimentos.

Os carros regressam depois ao sul, permanecendo no parque de assistência instalado no Estádio Algarve até ao início da segunda secção da prova, agendado para 08H00 de sexta-feira, dia 25 de Março.

De referir que existirão importantes condicionamentos à circulação na zona da Praça do Império, pelo que se solicita a todos quantos tencionarem assistir à Super Especial que estacionem os seus carros fora desta zona e que depois se desloquem a pé. Haverá bancadas para o público, bem como sanitários, zonas de restauração, etc.

Tudo se conjuga, pois, para que o Vodafone Rally de Portugal faça um regresso em grande a Lisboa, 37 anos depois da sua última presença na capital.

15 de Mar de 2011

(rally-de-portugal/noticias)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s