Armindo Araújo: “Vamos andar num ritmo forte e tentar chegar o mais possível ao grupo da frente”

Foi uma entrada complicada para Armindo Araújo no Rally de Portugal. O piloto português alcançou o sétimo tempo na superespecial de Lisboa ao início da tarde e abria boas perspetivas para as especiais noturnas, mas logo na primeira uma saída de estrada condicionou a prestação de Armindo Araújo e atrasou-o na classificação geral.

Na chegada à zona de assistência instalada no Estádio do Algarve, o piloto do MINI estava obviamente desapontado com este início de prova: “Cometemos um erro numa nota e quando percebi, já não havia muito a fazer. O carro deslizou demasiado e ficámos fora de estrada. Felizmente conseguimos voltar mas perdemos quase cinco minutos nesta especial. Não era este o arranque que queria”, começou por dizer.

Apesar de o objetivo de terminar dentro dos dez primeiros da geral estar agora mais distante, o piloto garante que “vamos andar num ritmo forte e tentar chegar o mais possível ao grupo da frente. Sabemos que não será nada fácil mas muita coisa pode acontecer. O carro não ficou afetado com a saída de estrada e agora é levantar a cabeça e lutar com todas as forças”.

Para o segundo dia do Rali de Portugal estão reservadas seis especiais, disputadas na zona de Tavira num total de 132,68 quilómetros cronometrados. A saída do Estádio do Algarve está marcada para 11H00 e o regresso previsto para 18H20.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s