Ogier quer apresentar-se na melhor condição possível

8

O primeiro dia de reconhecimentos do Vodafone Rally de Portugal não correu como Sébastien Ogier desejava. Ainda a recuperar de uma gripe que o impediu, inclusivamente, de participar no WRC Fafe Rally Sprint, o líder do Campeonato do Mundo de Ralis continua a sofrer com uma infeção na garganta mas não deixou de cumprir o primeiro dia de reconhecimentos de uma prova que pretende vencer pela terceira vez na sua carreira.

Ao volante do Volkswagen Polo WRC, o francês já triunfou em dois dos três ralis da temporada já realizados e procura, em Portugal, consolidar a sua liderança. Por isso, para além do reconhecimento, Ogier está a tentar recuperar para que na sexta-feira consiga estar no máximo da sua condição física e, assim, possa bater-se de igual para igual com a concorrência.

O primeiro dia de reconhecimentos do Vodafone Rally de Portugal não correu como Sébastien Ogier desejava. Ainda a recuperar de uma gripe que o impediu, inclusivamente, de participar no WRC Fafe Rally Sprint, o líder do Campeonato do Mundo de Ralis continua a sofrer com uma infeção na garganta mas não deixou de cumprir o primeiro dia de reconhecimentos de uma prova que pretende vencer pela terceira vez na sua carreira.

Ao volante do Volkswagen Polo WRC, o francês já triunfou em dois dos três ralis da temporada já realizados e procura, em Portugal, consolidar a sua liderança. Por isso, para além do reconhecimento, Ogier está a tentar recuperar para que na sexta-feira consiga estar no máximo da sua condição física e, assim, possa bater-se de igual para igual com a concorrência.

Está ai o Vodafone Rally de Portugal

Quarta etapa do Campeonato do Mundo de Ralis, o Vodafone Rally de Portugal, volta a realizar-se no Algarve no Baixo Alentejo e é o segundo de seis ralis consecutivos disputados em pisos de terra. É, contudo, visto como o diapasão para os quatro eventos que se seguem. Normalmente, quem é competitivo em Portugal consegue sê-lo nas jornadas futuras pois as equipas encontram troços com características muito variadas.

Este ano, o Rally começa em Vilamoura com a cerimónia na Marina agendada para as 20h30 de quinta-feira. Destaque para o regresso a Lisboa para a realização da super-especial na Praça do Império, mesmo em frente ao Mosteiro dos Jerónimos.

Além de contar para o Campeonato do Mundo de Ralis, o Vodafone Rally de Portugal conta ainda para mais duas categorias, WRC2 e WRC3. A lista de inscritos deste ano conta com 71 equipas. Entre estas, estão os pilotos do Júnior WRC, campeonato que sucede à WRC Academy e que arranca nesta prova.

A nível nacional, o Vodafone Rally de Portugal não conta para o campeonato, mas engloba a Taça de Ouro, uma competição criada pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, nas quais estão inseridas os ralis internacionais realizados no país. Por isso, e como é o principal evento do calendário automobilístico português,são muitas as formações nacionais que fazem questão de participar, com particular destaque para o campeão em título, Ricardo Moura, que se mantém fiel ao Mitsubishi Lancer Evo IX, Bruno Magalhães, que regressa à modalidade, de novo com o Peugeot 207 S2000, ou Pedro Meireles, que se apresenta ao volante de um Skoda Fabia S2000.

One response

  1. O rally”vedafone”Portugal no Algarve chegou ao fim….mas tenho uma impreesão que Portugal nã volta a organizar o rally WRC para o campeonate mundo…três marcas a disputar-Ford-citroen-VW-10 carros-wrc2 outros 15,,,,tanto trabalho e pouco espectáculo…

    10 de Abril de 2013 às 12:21

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s