Apresentação do Vodafone Rally de Portugal, em Loulé

rally_logoFoi hoje apresentado no Algarve, na CM de Loulé, o “Vodafone Rally de Portugal 2014”. Presentes ao ato o presidente da Câmara de Loulé, Vítor Aleixo, presidente do Turismo Algarve, Desidério Silva, Pedro Almeida, diretor da prova, entre outros.

Com uma estrutura base semelhante à de anos anteriores, o Vodafone Rally de Portugal –  4ª jornada do calendário do WRC -, regressa à estrada de 3 a 6 de Abril para aquela que será a décima edição consecutiva na região Sul do País.

cm loulé1xxUm marco na história da prova, pois foi nos troços do Algarve e Baixo Alentejo que em 2007 o Rally voltou a fazer parte do calendário do Campeonato do Mundo – a meta inicialmente traçada em 2004, aquando da primeira eleição da atual Direção do Automóvel Clube de Portugal (ACP) era assim atingida três anos depois.

Para Pedro Almeida, Diretor de Prova, “o objetivo da equipa do Automóvel Club de Portugal responsável pelo Rally tem sido o de inovar sem revolucionar, ou seja, manter a base de uma estrutura do agrado das autoridades desportivas, equipas e pilotos, mas introduzindo, sempre que possível, alguma alteração, quer no Rally em si, quer nas atividades de promoção do mesmo”.

_MG_3244xx

O responsável máximo do evento considera ainda que todos estes esforços têm sido validados de várias formas, nomeadamente no que respeita ao retorno económico gerado: “O Vodafone Rally de Portugal tem sido desde 2007 e de forma consolidada, o acontecimento desportivo com maior retorno económico para o nosso país depois do Euro 2004”.

O impacto positivo direto na economia da região onde a prova se desenrola, em particular o Baixo Alentejo e o Algarve, foi superior a 54 milhões de euros, um número muitíssimo significativo por se registar numa época baixa do turismo naquela zona e, sobretudo, se tivermos em conta que mais de 51% corresponde a exportação de serviços. A estes valores junta-se ainda a exposição nas diversas cadeias de televisão a nível mundial que permitiu elevar para perto de 102 milhões de euros o impacto económico total do Vodafone Rally de Portugal 2013.

pedro almeida

Além disso, este ano Portugal foi o país escolhido para a realização, no primeiro dia do Rally, de uma reunião de trabalho sob a égide da FIA e do promotor do WRC com a presença de todos os organizadores do campeonato do mundo. A promoção de um evento com esta relevância entre nós, e nesta data, surge naturalmente na sequência da recente nomeação de Carlos Barbosa (ACP), para Presidente da Comissão FIA do Campeonato do Mundo de Ralis.”

Pedro Almeida conclui com as novidades previstas no Vodafone Rally de Portugal deste ano: “Nesta edição, o Rally volta a ter a primeira Especial em Lisboa e, antes disso, a Partida Oficial nos Jardins do Casino Estoril, isto além de um domingo um pouco mais condensado e do qual fazem parte o regresso de São Brás de Alportel e o troço Loulé, cuja segunda passagem será disputada em formato de Power Stage.”

Estaticamente, em relação aos fans – não-residentes -, 1/3 dos adeptos são da vizinha Espanha. Deste  considerável número, 29.4% do total espanhol, são oriundos de Andalucia que vem de propósito ver o Rally de Portugal.

Para informação detalhada, tal como: mapas, horários, zonas de públicio, etc. ver:
http://www.rallydeportugal.pt/contentlist.aspx?menuid=216

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s